05/07/2009

A GRAÇA DO SENHOR É TUDO

O homem deve sempre ser grato a Deus. É Ele quem, por Sua Graça, tem provido os seres humanos com os requisitos para a sádhana. Ele, constantemente, derrama a chuva de Sua Graça, sem reservas, mesmo naquela pessoas que se degradam, gradualmente, em direção à imperfeição. Ainda que você condene Deus e negue Sua existência, Ele não ficara descontente com você. Ele não o lançará no caminho da destruição. Seu semblante imponente de perdão permanecerá sempre imutável. Ele estará sempre orientando você como corrigir-se. Quem mais é seu amigo genuíno e companheiro do que Ele?


Você é minha mãe, Você é meu pai,

Você é meu amigo, Você é meu companheiro,

Você é meu conhecimento, Você é minha riqueza,

Você é tudo, meu Senhor dos Senhores.

Ó homem! Não despreze este amor vivificante de seu Amigo supremo. Não deixe nenhuma de Suas dádivas ficar sem uso. Preste atenção a Suas palavras com a mente firme. Ó homem! Não se esqueça do quanto Ele tem feito por você, do quanto Ele está fazendo, e de quão pronto Ele está para fazer qualquer coisa por você.

Quando um aspirante avança um pouco no caminho da sádhana, a Graça do Senhor se torna, então, mais e mais fulgurante em sua mente. Sua mente se torna espargida com esse sentimento de amor. As ondas de bem aventurança começam a se ativar em sua mente. Sua voz se torna abafada pela emoção. E, através de seus lábios, com o corpo balançando e os olhos cheios de lagrimas, a voz inaudível do devoto recita com fervor um sentimento de entrega solitária a Ele – de completa dependência Dele.

BRAHMA KRPÁHI KEVALAM

A Graça do Senhor é tudo.


A Graça de BáBá - Shrii Shrii Ánandamúrtijii