09/03/2010

CONHECIMENTO

O maior conhecimento que um homem pode adquirir nos reinos físico e mental é que todo conhecimento adquirido até agora por ele é falso.
O conhecimento físico é como a folha da árvore shala sobre a qual as pessoas tomam refeições. Enquanto você ainda não comeu, a folha tem valor, mas no momento em que você terminou a refeição, a folha vai para a lata de lixo para ser lambida pelos vira-latas. Quando você chegar a perceber que seu conhecimento físico é digno de ser lambido por um cão, a devoção despertará então em você e você adquirirá o verdadeiro conhecimento. Para adquirir o verdadeiro conhecimento real, o conhecimento espiritual, Paramapurus'a deve ser o objetivo de sua vida.
Como é possível fazer de Paramapurus'a o objetivo de sua vida? Para todo o cosmos Paramapurusa é o sujeito , e o cosmos é Seu objeto. Ele é a Subjetividade Suprema; você é Seu objeto. Não é possível fazê-lo seu objeto, pois você é o objeto D'Ele. Então, o que você deve fazer? Você tem que ter a ideação que Ele está sempre testemunhando você. Os sábios não tomam Paramapurus'a como seu objeto;eles pensam que estão sendo testemunhados por Ele. Paramapurusa não é o meu objeto, mas eu sou o objeto de Parmapurus'a. Quando isto é sentido constantemente por um homem, todo o tempo, esse estágio é chamado – Dhruvasmrti (lembrança constante). Você sabe que é o objeto de Paramapurus'a, mas não se lembra disto todo o tempo. Quando, através da sádhana, o homem nunca esquece que Paramapurus'a o está sempre testemunhando – isto se chama Dhruvasmrti. Somente neste estágio o homem atinge o verdadeiro conhecimento. Esse conhecimento espiritual pode ser traduzido na esfera mental, bem como na esfera física. Se o homem estiver desejoso de fazer isso, deve fazê-lo, pois estará trazendo um grande benefício à humanidade. Somente isto é o verdadeiro conhecimento. Só assim o progresso é possível. O sábio é aquele que compreende que nada sabe.
Somente o conhecimento espiritual é devoção. O conhecimento finalmente se transforma em devoção depois de um esforço constante. Isto é, quando o conhecimento percebe que nada pode ser efetuado por ele, somente então, ele se submete à devoção. Quando o conhecimento se submete à devoção, isto é o conhecimento espiritual. Lembre-se de que uma vez que você tenha devoção, você tem tudo. Se Paramapurus'a lhe perguntar o que você deseja, você não deve pedir absolutamente nada e se Deus fizer questão de lhe dar alguma coisa e com isto ficar contente, você deve pedir devoção absoluta.
A Graça de Bábá - Shrii Shrii Ánandamúrtijii