03/02/2014

A Excelência da Filosofia Centrada em Deus

Prabhat Ranjan Sarkar
15 de Janeiro de 1990, Calcutá.
 Não existem duas entidades deste universo que são iguais em todos os aspectos, ou em qualquer aspecto. Este universo é uma coleção de um emaranhado de variedades. A diversidade é a lei da natureza, e a identidade não é possível.[1] 
Ainda que teorias, proposições, hipóteses e diferentes fórmulas sejam criações de diferentes tipos de pessoas, elas não devem ir contra a psicologia humana. Um dos maiores tesouros dos seres humanos é a racionalidade, e qualquer coisa que vá contra essa característica humana está fadada a ser eventualmente destruída.
 As filosofias que os seres humanos seguem podem ser divididas em quatro categorias:
 (1) filosofia centrada em dogmas
(2) filosofia centrada na matéria
(3) filosofia centrada no ego
(4) filosofia centrada em Deus
 As pessoas que seguem uma filosofia centrada em dogmas acreditam em dogmas, em sentimentos equivocados e em idéias tolas. No passado, eu já disse que muitas religiões são centradas em dogmas, mas na verdade todas as religiões são centradas em dogmas. É por isso que nenhuma religião consegue tolerar outra religião. As pessoas que seguem uma filosofia centrada em dogmas exploram outras em nome da providência, pelo próprio auto-interesse delas. Por exemplo: os proponentes de dogmas afirmam que eles foram abençoados com relevações divinas. Eles dizem que eles tiveram um sonho no qual Deus apareceu perante eles e ordenou a eles para fazerem um certo trabalho, e com base nesse pretexto exploram outras pessoas ao máximo.
 As pessoas que seguem uma filosofia centrada na matéria [2] querem desfrutar de toda e qualquer coisa por seu próprio auto-interesse. A bomba atômica é criação de pessoas centradas na matéria. Em uma filosofia centrada na matéria, o desfrute de objetos materiais é a motivação principal – como no marxismo. Os proponentes de filosofias centradas na matéria frequentemente recorrem à força bruta para explorarem outras pessoas, quando isto serve ao propósito delas – assim como também fazem os seguidores de filosofias centradas em dogmas.
 Os seguidores de uma filosofia centrada no ego [3] fazem tudo apenas por auto-interesse, pelo prazer próprio. Neste caso, como no das duas [filosofias] anteriores, o raio psíquico pode variar. Um raio grande significa que a pessoa pensa em si mesma em todo e qualquer âmbito da vida. Nas filosofias centradas no ego, o egoísmo individual é a motivação – tal como no capitalismo.
 Filosofias centradas em dogmas são uma mistura de filosofia centrada no ego e filosofia centrada na matéria. Uma teoria mista não é um culto. Um culto tem algo a ver com a prática. Onde não há reflexão prática, não há culto.
 As pessoas que seguem uma filosofia centrada em Deus servem à humanidade e ao mundo vivo inteiro com igual amor e afeição – de acordo com o Neo-humanismo. Entre as pessoas centradas em Deus, o raio [psíquico] pode variar, mas o centro é Deus. Na filosofia centrada em Deus, Deus é o núcleo, e o raio do amor e da devoção altruístas da pessoa diminui conforme a proximidade de Deus.
 Das quatro, as filosofias centradas em dogmas são as piores. Depois vêm as filosofias centradas na matéria, seguida pelas filosofias centradas no ego. As filosofias centradas em dogmas têm sido responsáveis pelos maiores banhos de sangue da sociedade humana, seguidas pelas filosofias centradas na matéria e depois pelas filosofias centradas no ego. Não pode haver banho de sangue na filosofia centrada em Deus. Na filosofia centrada em Deus, a projeção humana é a projeção externa da tranquilidade ou compostura internas – portanto, não podem haver choques sanguinários ou derramamentos de sangue. Os seres humanos comuns são centrados no ego; trabalhadores missionários são centrados em Deus.[4] O trabalho feito pelas pessoas centradas em Deus eleva o padrão dos seres humanos. No passado, elas elevaram a humanidade; no presente, elas estão elevando a humanidade; e no futuro, elas continuarão a elevar a humanidade. Mas até agora, o mundo ainda não experimentou nenhuma filosofia centrada em Deus.
 O escopo, a linha de abordagem [5] e a jurisdição do universo centrado em Deus são muito, muito, muito maiores do que os das outras três [filosofias]. Em qualquer choque entre essas filosofias, ao final a teoria centrada em Deus irá vencer. Similarmente, sempre que houver choque entre as teorias centrada no ego e centrada na matéria, a filosofia centrada no ego irá vencer. A teoria centrada na matéria jamais irá vencer. Ela vai embora do jeito que veio, depois de criar enorme devastação, e morre de uma morte negra.
 Comunismo
 O comunismo é uma mistura infeliz de filosofias centradas na matéria e centradas em dogmas – uma teoria de brutalidade centrada na matéria e em dogmas. Ela é o pior tipo de dança dos demônios, e está no limiar de uma morte negra.
 O comunismo não tem base lógica. Ele ocupa uma certa porção do mundo físico, alguma porção do sentimento humano e [tem] alguma lógica. Umas poucas mentes lógicas foram influenciadas por ele, mas trata-se de uma filosofia altamente defeituosa que irá cessar de existir em um futuro muito próximo. Ele irá cessar de existir dentro da extensão deste século.[6]
 O comunismo é irracional, ilógico, não-científico e não-psicológico. Qual é a causa imediata do fim do comunismo? Pode haver muitas causas, mas qual é a causa imediata? Peguem o exemplo de um bêbado. Se um homem toma muito álcool, ele irá adquirir uma doença do fígado e eventualmente morrerá. Mas se um dia ele beber uma quantidade excessiva – digamos dez garrafas –, essa será a causa imediata da sua morte. O comunismo deveria ter morrido umas poucas décadas a contar de agora, mas definitivamente está morrendo na última década do século vinte. O erro mais estúpido de Ravana foi que ele sequestrou Sita.[7] O erro mais estúpido do comunismo foi que ele atacou a filosofia centrada em Deus. Esta é a causa imediata da morte do comunismo.
 O comunismo criou um campo em certo momento; agora ele deixou um vácuo atrás de si. Existe um vácuo ideológico no mundo – um vácuo físico, mental e intelectual criado com a morte do comunismo –, mas ele será preenchido em um curto tempo. Esse vácuo deve ser imediatamente preenchido com uma poderosa força orientadora e controladora. Vocês devem preenchê-lo com a sua força intelectual-intuicional. Se vocês ficarem sentados ociosos, outras teorias demoníacas não-espirituais quaisquer irão tornar-se ativas e ocuparão o vácuo – portanto, não encorajem a letargia e a procrastinação. Vocês precisam abandonar os seis defeitos do sono, torpor, medo, raiva, letargia e procrastinação se quiserem trabalhar para o Eu e para a sociedade.
 PROUT é a única panacéia. Se a filosofia centrada em Deus de PROUT não adiantar-se imediatamente para preencher esse vácuo, alguma outra ideologia o fará, porque é uma lei da natureza que algo irá preencher um vácuo assim que ele for criado.[8] Se esse vácuo ideológico não for preenchido por PROUT, uma grande catástrofe irá acontecer no futuro, porque outras filosofias defeituosas irão adiantar-se. Teorias quaisquer centradas em dogmas, centradas na matéria ou centrada no ego irão ocupar o espaço. Não podemos permitir que isto aconteça.
 Tito [9] deixou que a Ananda Marga trabalhasse na Iugoslávia porque ele compreendeu os defeitos do comunismo. Agora, estudantes da Polônia também estão aderindo à Ananda Marga. As idéias de PROUT estão espalhando-se por todo o mundo. Este novo dia é de vocês.
 As filosofias centradas no ego criam diferenças entre os seres humanos e balcanizam [10] a sociedade. As filosofias centradas na matéria criam disparidade, destruindo a paz no universo. No mundo atual, estamos vendo duas teorias movendo-se lado a lado: a teoria auto-centrada do capitalismo e a teoria centrada na matéria e centrada em dogmas do comunismo. O capitalismo não consegue servir à humanidade, enquanto o comunismo falhou em servir à humanidade. Tanto o capitalismo quanto o comunismo estão morrendo. O capitalismo irá morrer de morte natural, enquanto o comunismo morreu de morte não-natural.
 Religião
 O que é religião? A religião está baseada na filosofia centrada em dogmas. A filosofia centrada em dogmas é uma mistura de filosofias centradas na matéria e centradas no ego. Portanto, as religiões são uma mistura de filosofias parcialmente centradas na matéria e filosofias parcialmente centradas no ego. As filosofias centradas na matéria são em sua maior parte dogmas puros, enquanto que as filosofias centradas no ego são uma mistura de dogma e de sentimento.
 As religiões às vezes sobrevivem por longo período, ainda que estejam cheias de dogmas. Isto é porque elas sabem como [distorcer] seus ensinamentos para negar a verdade e adaptarem-se a circunstâncias diferentes. O propósito delas é de assegurarem os interesses de uma classe especial, privilegiada. Algumas religiões também sobreviveram porque associaram-se com idéias centradas em Deus, ainda que elas [próprias] não sejam centradas em Deus. Elas adotam algumas proposições dogmáticas sobre Deus como parte importante de seus ensinamentos, e com base nisso sentimentalizam as mentes das pessoas. Esses sentimentos penetram profundamente na mente humana.
 As principais armas das filosofias centradas em dogmas são:
1)     A propagação de estórias, mitos e parábolas para criar complexos de superioridade;
2)     A propagação de estórias, mitos e parábolas para criar complexos de inferioridade; e
3)     A propagação de complexos de medo e de culpa entre as pessoas, especialmente os shúdras.[11]
 Todas as religiões usam esses três tipos de armas para injetar complexos de superioridade, de inferioridade e de medo nas mentes das pessoas. Elas propagam parábolas, mitos e estórias para injetar complexos nas mentes das pessoas. Isto não é um fato? Todas as religiões são baseadas em dogmas – elas não são baseadas em lógica – e elas propagam seus dogmas através de estórias, mitos e parábolas. Todas as religiões propagam que “O meu Deus é o único Deus verdadeiro. Outros Deuses são falsos deuses.” Quando algumas religiões afirmam que o deus delas é o único Deus verdadeiro, isto é um exemplo de proposição centrada em dogma. Todas as religiões do mundo estão baseadas em tais teorias centradas em dogmas.
 Peguem o caso dos mitos hindus. Os autores das mitologias hindus dizem que os brâmanes são nascidos da boca de Parama Puruśa, os kśatriyasdos braços, os vaeshyas do tronco e os shúdras dos pés.[12]
 Bráhmańo’sya mukhamásiit váhurájanyo’bhavat
Madhya tadasya yadvaeshyah padbhyám shúdra ajáyata
             [Brâmanes saíram da boca, kśatriyas nasceram dos braços, vaeshyas saíram do tronco do corpo e shúdras nasceram dos pés.]
 Algumas pessoas dizem que esse shloka veio dos Puranas, não do Rg Veda. Ensinamentos como esse criam complexo de inferioridade e complexo de medo entre os shúdras. O que é que a palavra “shúdra” significa? Ela significa “escravos de cor negra”.
 Existem inumeráveis exemplos de dogma religioso. O comunismo deixou atrás de si uma impressão profundamente negativa no mundo material, e jamais seguiu o caminho de shánti, da paz. O materialismo ou teoria centrada na matéria é mais desenvolvida no comunismo do que em Cárvaka. Cárvaka não fez nenhuma interpretação errônea contra Deus, mas o comunismo sim.
 Para combater o efeito malevolente das filosofias centradas em dogmas, os dois fatores mais importantes são o desenvolvimento da racionalidade e a difusão da educação. Meramente assistir aulas na escola e na universidade não irá necessariamente ter o efeito desejado. Deveria-se colocar ênfase na educação que conduz a um grau elevado de racionalidade na mente humana, e esse tipo de educação deveria ser difundida entre as pessoas.
 Então, para combater o dogma religioso, nós temos que adotar uma abordagem dupla. Primeiro o caminho da lógica e da razão deve ser adotado, e para isto nós temos PROUT e o Neo-humanismo. Simultaneamente, o sentimento espiritual deve ser infundido nas mentes humanas, pois isto é mais poderoso que o sentimento religioso. Para isto, as pessoas devem ser apropriadamente educadas no caminho da espiritualidade. Então, qual deveria ser nossa estratégia apropriada? Primeiro deveríamos trabalhar em oposição às filosofias centradas na matéria, as quais já estão à beira da extinção. Uma vez que as filosofias centradas na matéria tenham sido derrotadas, a fortaleza do dogma religioso naturalmente ficará enfraquecida, e por fim será eliminada. Esta será a abordagem passo-a-passo apropriada.
 Então, foi criado um vácuo devido à morte súbita e não-natural do comunismo. A razão por trás disso foi a expansão súbita de consciência entre os seres humanos, entre as mentes humanas. Essa expansão súbita de consciência foi devido a PROUT, ao Neo-humanismo e à filosofia espiritual. O comunismo já morreu em quase todos os lugares. O estágio da convulsão está se processando, portanto nós temos de preencher o vácuo.
 Na vida humana, os aspectos sócio-econômicos são muito importantes, mas não são a única coisa. Aquelas pessoas que são dedicadas ao serviço à humanidade e ao estabelecimento da filosofia centrada em Deus deveriam ser fortes em PROUT, especialmente naqueles países em que houve o governo brutal do comunismo. Mas a vida sócio-econômica não é a única vida. Existem outros aspectos da vida, outros raios de expansão. Através de PROUT e do serviço desinteressado, nós podemos prestar serviço temporário aos seres humanos, na medida em que eles estão se movendo ao longo do fluxo da vida, mas nossa filosofia espiritual está acima do fluxo da vida. A filosofia espiritual é o eixo. Através da propagação da espiritualidade, da implementação de PROUT e pela prestaçao de serviço desinteressado à humanidade sofredora, vocês serão capazes de elevar o padrão dos seres humanos em um tempo muito curto.
 Como eu já disse, as teorias centradas em dogmas, centradas na matéria e centradas no ego terão de ser substituídas por uma filosofia centrada em Deus no futuro próximo. Portanto, vocês deveriam preparar-se fisicamente, intelectualmente, moralmente, intuicionalmente e espiritualmente para preencherem a lacuna das teorias centradas em dogmas da religião, da teoria centrada na matéria do comunismo, e da teoria centrada no ego do capitalismo. O tempo não irá esperar por nós. O tempo não irá esperar pela nossa conveniência, pela nossa viabilidade. Este momento é o momento mais oportuno. Não há necessidade de olhar no calendário. Não esperem por amanhã.
 *      *      *
 Título Original: “The Excellence of God-Centred Philosophy”
 Tradução: Mahesh – Florianópolis; agosto de 2009 – setembro de 2010.
 Fonte: Edição Eletrônica das Obras de P. R. Sarkar – versão 7. (em inglês)
 Este texto também aparece em: Prout in a Nutshell Part 18 [uma compilação]. (Ainda não publicada no Brasil.)


[1] N.T.: Esta afirmação corresponde ao oitavo dos dezesseis princípios de PROUT.
[2] N.T.: Ou “materialista”.
[3] N.T.: Ou “auto-centradas”.
[4] N.T.: Neste contexto, a qualificação de “missionário” pode ser uma decorrência de a pessoa ser centrada em Deus, mas o contrário não seria necessariamente verdadeiro.
[5] N.T.: A palavra original é avenue.
[6] N.T.: O autor deu esse discurso em 1990.
[7] N.T.: Referência do autor a uma estória mitológica.
[8] N.T.: Naturalmente o autor está se referindo, em termos físicos, à criação de um vácuo num espaço cujo entorno está “preenchido” (está a uma pressão maior) – e nãocomo no caso (talvez um exemplo singular) do vácuo existente no espaço interplanetário.
[9] N.T.: Josip Broz Tito foi primeiro-ministro iugoslavo entre 1945 e 1953, e imediatamente em seguida presidente, de 1953 a 1980, até seu falecimento.
[10] N.T.: Balcanização é uma tendência separatista ou desagregadora, que leva à divisão de um país ou região em unidades menores – a exemplo do que aconteceu na Iugoslávia, com sua divisão em várias repúblicas, em 1992.
[11] N.T.: Shúdras são as pessoas cuja mentalidade dominante é a de trabalhador braçal, cujas vidas são em geral marcadamente condicionadas pelas circunstâncias e pressões externas, e voltadas para a satisfação ou prazer sensorial.
[12] N.T.: Brâmanes correspondem aos vipras – pessoas com mentalidade predominantemente intelectual –, kśatriyas são as pessoas com mentalidade predominantemente “guerreira”, e vaeshyas são as pessoas com mentalidade predominantemente aquisidora. Juntamente com os shúdras, constituem os quatro tipos de “mentalidades básicas”, ou varnas, da teoria dos ciclos sociais que integra PROUT. Entretanto, diferentemente do sistema de castas – no qual em geral cada pessoa e família é rigidamente associada com uma das varnas, e considera-se que essa atribuição é transmitida hereditariamente –, na teoria PROUT entende-se que cada ser humano possui latentes as características de todas as quatro varnas; ou seja, apresenta o potencial para desenvolver qualquer uma delas, ou mesmo todas. Assim, a associação de uma pessoa com uma varna em particular pode ser feita com base na observação de uma varna ou mentalidade que predomine nessa pessoa – o que pode variar conforme o dinamismo mental da mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário